Bichectomia

Bichectomia

Perguntas Frequentes

  • Qual o tempo de recuperação da Bichectomia?

O processo de recuperação é muito semelhante à extração de um dente do siso.

O inchaço é variável de indivíduo para indivíduo, mas normalmente dura em torno de uma semana, sendo mais intenso nos 3 primeiros dias.

Nessa primeira semana, o ideal é fazer um repouso relativo, evitando esforço físico e exposição ao sol.

Não é preciso afastamento do trabalho, além de 2 a 3 dias, desde que o inchaço não seja um fator comprometedor.

  • Quais os riscos da Bichectomia?

Por ser um procedimento de pequeno porte, os riscos são mínimos.

Existem algumas complicações possíveis, como em toda cirurgia (sangramento, infecção, etc.) e outras mais específicas, mas igualmente raras (lesão de nervo, assimetria, ressecção em excesso).

Se eu emagrecer, essa gordura não some sem eu precisar fazer a cirurgia?

A Bola de Bichat é uma das últimas gorduras a serem consumidas pelo organismo. Ela só diminui quando o indivíduo já queimou praticamente todas as outras.

  • Quando eu envelhecer, meu rosto não vai ficar flácido se eu fizer a Bichectomia?

Independentemente da Bola de Bichat, nosso rosto vai ficando flácido com a idade. Alguns estudos mostram que a Bola de Bichat pouco se altera com a idade. Mas, de qualquer forma, há sempre a preocupação em não exagerar na recessão.

  • Tenho as bochechas grandes, como saber se a Bichectomia é a solução para mim?

Só um médico especializado poderá avaliar e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Algumas vezes, a causa de um rosto mais largo pode ser a hipertrofia do músculo masseter e isso também é facilmente tratado através de injeção.

Um acúmulo de gordura abaixo do queixo (papada) também pode dar um aspecto arredondado à face e o tratamento disso é a lipoaspiração dessa região.

Se houver uma flacidez de pele, o lifting facial deve ser considerado em conjunto com a Bichectomia e outros procedimentos, se necessários.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.